Especial de Dia dos Namorados – A Síndrome do Coração Partido

12 jun

Capa

Ééé pessoal, Dia dos Namorados chegou aí e você tá naquela fossa pensando naquela pessoa especial ou até mesmo no seu par que está de plantão? As músicas da Adele começaram a fazer total sentido e te fazem sentir mais azarado que os personagens interpretados por Tom Hanks?

Tom Hanks - WilsonTom Hanks no filme O Náufrago com a típica aparência de um estudante de medicina/médico após um plantão de 24h

Advinha só?! A galera da Sala não perde tempo e todo momento pode ser propício ao aprendizado, desde que devidamente aproveitado! Tomados pelo contexto solitário (mais solitário que Chuck Noland, em O Náufrago) que o dia o Dia dos Namorados pode gerar para alguns, nós hoje vamos conversar sobre a Síndrome do Coração Partido!

“Viu só!? Eu sabia que paixão era doença! ”

Olha, a palavra ‘paixão’ até deriva do grego pathos [1], o mesmo “pathos” de “patologia”; mas não era muito bem isso que eu quis dizer, não! A Síndrome do Coração Partido de que falei é a Síndrome de Tako-tsubo.

“Tako-o que!?”

Tako-tsubo! Essa palavra complicada deriva do japonês e significa “armadilha de polvo”. Essa doença ainda é muito mal compreendida e sua descoberta foi relativamente recente, tendo sido primeiramente descrita em 1990 [2], no Japão. Sua fisiopatologia ainda não é perfeitamente compreendida, mas perpassa a presença de fenômenos como tônus adrenérgico extremamente exuberante, vasoespasmo coronariano e disfunção microvascular. [3]

Figura 1 - A: Ventriculografia demonstrando balonamento apical; B:armadilha utilizada na caça de polvo (tako-tsubo); obtido em

Figura 1 – A: Ventriculografia demonstrando balonamento apical; B:armadilha utilizada na caça de polvo (tako-tsubo); obtido em < Bybee KA, Kara T, Prasad A, Lerman A, Barsness GW, Wright RS, Ri-hal CS. Systematic review: transient left ventricular apical ballooning: a syn-drome that mimics ST-segment elevation myocardial infarction. Ann Intern Med. 2004 Dec 7;141(11):858-65. Review. PubMed PMID: 15583228>

 

O grande apelo recente a essa doença é pelo fato de que ela faz diagnóstico diferencial com uma síndrome extremamente grave e prevalente, que é a síndrome coronariana aguda! Então, adivinha? O paciente com Tako-tsubo se manifesta com dor torácica com características anginosas, desencadeadas por estresse físico e/ou emocional e dispneia.

“Ah Pedro! Moleza! Roda o ‘eletro’!

ECG de um paciente com Síndrome de Tako-tsubo. Obtido em

ECG de um paciente com Síndrome de Tako-tsubo. Obtido em < Troponins in Takotsubo Cardiomyopathy; Chadha Sameer, MD; Heart, Lung and Circulation, Volume 22, Issue 9, 775-777>

Aí que a situação começa a complicar! O Tako-tsubo pode se apresentar com manifestações eletrocardiográficas extremamente semelhantes às do Infarto Agudo do Miocárdio com Supra desnivelamento do Segmento ST (IAMCSSST)![5] É de querer ficar A Espera de um Milagre que nem o nosso amigo Tom, né?!

Tom Hanks - Desesperado

Aqui vemos nosso amigo Tom ao encontrar o ‘Supra’. Imagem do filme “O Terminal”

“Já sei! Pede as enzimas, aqueles marcadores de necrose miocárdica!”

Boa ideia! Mas… adivinha? O Tako tsubo também pode gerar elevação de todos os marcadores de necrose miocárdica (MNMs), com relatos de caso que levaram a Troponina até valores exorbitantes de 42.3ng/ml! [6] Não tá fácil, né? Como fazer o diagnóstico? O diangnóstico dessa síndrome a balonamento apical é feito por exclusão. O que isso quer dizer? Quer dizer que os critérios diagnósticos propostos pela Mayo Clinic [7] se prestam muito mais a excluir condições mais comuns antes de firmar o diagnóstico de Tako-tsubo, olha só essa tabela que o pessoal da Sala preparou pra vocês com os critérios diagnósticos propostos pelos especialistas da Mayo Clinic:

Tabela

Então, como vocês já devem ter percebido, na prática, o diagnóstico é feito por procedimento coronariano invasivo durante a ventriculografia. E a imagem encontrada revela o que vocês já viram lá no começo (Figura 1): justamente um ventrículo cuja porção apical é acinética, não se move! Outras formas ainda muito mais raras envolvem outras porções do ventrículo e atendem aos critérios diagnósticos e, nesses casos, a forma não é de balonamento apical. [8,9]

“E o prognóstico? Esses doentes recuperam a função ventricular normal? ”

Alguns trabalhos divergem na resposta dessa pergunta , mas essa discussão vai ter que ficar pra depois, porque eu tô ficando sem espaço pra escrever, beleza? Entretanto, posso adianta que, no geral, é um prognóstico bom, principalmente se comparados ao seu principal diagnóstico diferencial: a Síndrome Coronariana Aguda Com Supradesnivelamento do Segmento ST.[9]

É isso aí, pessoal! Gostaram? Agora vocês já sabem que essa história de Coração Partido não é só mais uma história do seu amigo Forest Gump e que ela existe mesmo! Fiquem ligados aqui no SVBlog para mais conteúdo! Além disso, mantenham contato com a página da Sala Vermelha no Facebook!

Um abraço!

#FaçaValerAPena #FaçaValerAVida #PrayForOrlando #AllKindsOfLove

@pfribeiroSV

 

Bibliografia:

[1] MICHAELIS. Moderno Dicionário da Língua Portuguesa. Disponível em: <http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/index.php>. Acesso em: 01 jun. 2016;

[2] Sato H, Taiteishi H, Uchida T. Takotsubo-type cardiomyopathy due to multivessel spasm. In: Clinical aspect of myocardial injury: From ischemia to heart failure; Kodama K, Haze K, Hon M (Eds), Kagakuhyouronsha, Tokyo 1990. p.56.

[3] Yoshihiro J. Akashi, David S. Goldstein, Giuseppe Barbaro and Takashi Ueyama; Takotsubo Cardiomyopathy: A New Form of Acute, Reversible Heart Failure; Circulation. 2008;118:25 2754-2762

[4] Hertting Klaus, KK , Harle Tobias, et al: Transient left ventricular apical ballooning in a community hospital in Germany. Int J Cardiol Nov 30 2005

[5] Edda Bahlmann, Carsten Schneider, Korff Krause, Klaus Hertting, Sigrid Boczor, Thomas ollner, Jens-Uwe Voigt and Karl-Heinz Kuck; Tako-Tsubo Cardiomyopathy; International Journal of Cardiology, 2008-02-20, Volume 124, Issue 1, Pages 32-39, Copyright © 2007 Elsevier Ireland Ltd

[6] Sameer Chadha,Ankur Lodha,Vijay Shetty,Adnan Sadiq,Gerald Hollander,Robert Frankel,Jacob Shani; Troponins in Tako-tsubo Cardiomyopathy; Heart, Lung and Circulation, 2010-10-01, Volume 19, Issue 10, Pages 601-605

[7] Bybee KA, Kara T, Prasad A, Lerman A, Barsness GW, Wright RS, Rihal CS. Systematic review: transient left ventricular apical ballooning: a syndrome that mimics ST-segment elevation myocardial infarction. Ann Intern Med. 2004 Dec 7;141(11):858-65. Review. PubMed PMID: 15583228.

[8] Kurowski V, Kaiser A, von Hof K, Killermann DP, Mayer B, Hartmann F, Schunkert H, Radke PW. Apical and midventricular transient left ventricular dysfunction syndrome (tako-tsubo cardiomyopathy): frequency, mechanisms, and prognosis. Chest. 2007 Sep;132(3):809-16. Epub 2007 Jun 15. PubMed PMID: 17573507.

[9] Eitel I, von Knobelsdorff-Brenkenhoff F, Bernhardt P, Carbone I, Muellerleile K, Aldrovandi A, Francone M, Desch S, Gutberlet M, Strohm O, Schuler G, Schulz-Menger J, Thiele H, Friedrich MG. Clinical characteristics and cardiovascular magnetic resonance findings in stress (takotsubo) cardiomyopathy. JAMA. 2011 Jul 20;306(3):277-86. doi:10.1001/jama.2011.992. PubMed PMID: 21771988.

 

 

Um comentário para “Especial de Dia dos Namorados – A Síndrome do Coração Partido

  1. É importante falar que a alteração segmentar vai ser vista no eco.
    A coronariografia vai ser decisiva para demonstrar que não há lesão coronária significativa que justifique aquela alteração segmentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *