Como Vencer o Desafio da Febre na Infância?

14 jul

FB - CAPA 31

Doença em criança assusta. Não só os pais, mas muitas vezes até o próprio médico. Ainda mais se ele não for especialista em Pediatria.

Ah, não sou Pediatra nem quero ser… O que estou fazendo aqui?”

Calma, continue lendo.

Mesmo não atuando no ramo, frequentemente nos deparamos com situações desafiadoras em nossa família ou com filhos de colegas que pedem uma opinião.

Chegou, então, a hora de simplificar um dos maiores desafios da Pediatria no contexto de emergência: a febre.

Você sabia que, em crianças menores de 3 anos de idade, é comum a febre não cursar com nenhum sinal de localização que sugira um foco infeccioso?

E agora, como determinar a gravidade do quadro e traçar a conduta adequada? Descubra neste podcast!

 

E aí, gostou? Deixe seu feedback nos comentários!

Por sinal, você sabe como fazer a abordagem inicial ao paciente pediátrico grave? Acesse este outro  conteúdo da Sala Vermelha e descubra!

Faça valer a pena. Faça valer a vida.

Matheus Schwengber Gasparini

Referência Bibliográfica:

1) KLIEGMAN, R.M., BEHRMAN, R.E., JENSON, H.B., STANTON, B.F. NELSON TEXTBOOK OF PEDIATRICS. 20ª ed. Philadelphia: Saunders Elsevier, 2016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *